sexta-feira, 7 de setembro de 2012

DIA DE FOLGA COMO SE FOSSE INDEPENDÊNCIA




Assisti ontem a noite, pela televisão, o discurso da Presidenta Dilma.

Passou-me uma sensação de que o Brasil não sofre pelas crises econômicas internacionais. Suas obras, até então firmes, estão a caminho de uma grandiosa Nação.

Oxalá tudo isto saia do papel e das palavras e se aloje na casa e mesa dos "queridos brasileiros e queridas brasileiras" como bem disse nossa Chefe.

Confesso que nosso dia a dia, principalmente, no que concerne à saúde e educação estão, disparadamente, distante daquela realidade apontada em todos os Estados brasileiros.

De minha parte tirarei uma folga dessa rotina problemática que vivemos e farei uma visita a minha mãe. Vou almoçar com ela...fazer uma comidinha para nós duas e aproveitar a beleza que é andar no Catamarã atravessando o rio Guaíba.

Quero me tornar, neste 7 de Setembro, uma cidadã independente!

Rir, abraçar, confortar quem cruzar por mim à procura de âmparo, estabelecendo uma independência diferente de nossa Presidenta: falando menos e agindo com resultados presentes e não futuros.


Beijos, leitores amigos!

Bom feriado a todos que aqui tiver a honra de ver chegado.

Maria Marçal

0 COMENTÁRIOS: