quinta-feira, 16 de setembro de 2010

RECEBER AMIGOS: EXERCÍCIO PARA O CORAÇÃO
















Andei ausente e sou imensamente grata pelos inúmeros e-mails perguntando por mim, sentindo saudades, esperando minha volta, mas estava numa MISSÃO ESPECIAL: RECEBENDO AMIGOS! Desta vez, após a Lilian (SP), foi a vez de Carlos e Tereza/Minas Gerais.

Fico pensando que existem muitas pessoas que inclusive conheço, as quais não tem essa predileção por PASSEAR...RECEBER AMIGOS...IR À CASA DESSAS PESSOAS MARAVILHOSAS que cruzam pela gente em determinados momentos de nossas vidas.

Não sou assim.. amo receber...amo visitar...

Se essas criaturas soubessem o quanto faz bem ao coração passear em companhia de gente boa, desarrumar a casa e a rotina, jamais deixariam de fazer planos e concretizariam viagens assim.

Por alguns dias tu aprendes a dizer "tchê", "que trem bão!", "mas bah!", "ocê" e essa mistura de raças, costumes diferentes, sorrisos abertos despertam o coração, irrigam sentimentos diversos, contornam civilidade como se conduzidos por limusines.

Saímos para dançar descomprometidamente, aliás, me tiraram para dançar! (me senti linda e a certeza de que sinais de felicidade atraem) e comemos churrasco, assistimos o folclore gaúcho, fizemos novas amizades com outros viajantes vindos de toda parte do mundo...

A relação que tenho com essa família de Belo Horizonte iniciou-se com o Carlos e, embora tenhamos passado por uma bonita trajetória em 2008, descobrimo-nos desde 2009 apenas e constantes amigos e sua sobrinha, Tereza, foi a primeira da família que ouví em BH, em 2008: "seja bem vinda". Nunca esqueci. Hoje sou eu que digo!

Planos e planos tudo se encaixou e estes amigos conseguiram passar seis dias comigo, tentando mostrar-lhes Porto Alegre e Gramado numa verdadeira maratona, buscando ser tão amável com eles quanto aquela imensa família em Minas Gerais.

A Maria Julia também contribuiu para essa visita ser sensacional. Vestida a rigor de Gremista, veio dar seu abraço a esses amigos que só conhecia de falar neles. Trouxe o mais cordial cumprimento gaúcho: um chimarrão e para o Carlos, que fez aniversário recentemente, uma cerveja especial.

Minha mana Isabel/Renato preparou um jantar bárbaro a eles com suas filhas. Entre Grêmio e Cruzeiro passamos horas repletas de alegria. Obrigada Renato pela lasanha, pela torta de maçã, pelo creme de queijos e brócolis divinos preparados por ti, bem como acredito sejam as coisas boas da vida: trocas de surpresas planejadas que alimentam felicidade recíprocas.

Num tour de dia todo por Gramado,na terça-feira, um presente que dei aos meus amigos - pela Quatro Estações Turismo (recomendo) pasmem! só tinham mineiros!. Coisas de Deus, logicamente.

Ganhei, além da felicidade de dias magníficos com eles, uma bela blusa e três cds gravados pelo Carlos numa seleção perfeita das músicas que amo.

Beleza, não é? A rotina pode e deve ser mudada... Basta planejar, buscar pelas condições financeiras apropriadas e o vôo à paz de espírito fica garantido.

Cada um faz a sua parte para que o todo se transforme em vitalidade mental e física.

Obrigada meus amigos de sempre: Carlos e Tereza. Fui muito feliz com vocês aqui no Sul sacudindo tudo para melhor.

Até o próximo encontro, se Deus quiser.
Brevemente será a vez da família da Jackie (Dihitt)- compromisso agendado para o final do ano. Que divino!

Maria Marçal cruzando à Maturidade - setembro/2010






























































































































0 COMENTÁRIOS: